ROPPONGI - 970x250

Sindoley Morais melhora em pesquisa para deputado federal

O advogado e empresário aparece com 1.10% e está em 8º lugar empatado com outros dois candidatos na corrida pelas 8 vagas da Câmara de Deputados

por Assessoria de Comunicação

O advogado e empresário Sindoley Morais, candidato a deputado federal pelo União Brasil com o número 4444, melhorou em pesquisa que aponta os nomes preferidos do eleitorado sul-mato-grossense para assumir as oito cadeiras da Câmara dos Deputados destinadas ao Estado. De acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira (30/08) pelo Instituto Ranking Brasil, ele alcançou 1.10% das intenções de votos, aparecendo em 8º lugar na disputa pelo cargo empatado com outros dois candidatos.

“Quero agradecer a população de todo o Estado de Mato Grosso do Sul pelo carinho e confiança ao indicar o meu nome nesta pesquisa eleitoral. Desde o início, sempre pontei e apareci bem nos levantamentos feitos pelo Instituto Ranking e, agora, mais uma vez isso aconteceu, com o meu nome obtendo 1.10% de preferência do eleitorado. Isso é resultado do meu trabalho e fruto das minhas ideias e propostas. Só tenho a agradecer a Deus, aos amigos e amigas e às pessoas que começaram a conhecer as minhas propostas. Agora é o momento da grande mudança e reforçar que o novo começa em nós, pois cada dia temos a oportunidade de fazer novas escolhas e tomar novas decisões. Muito obrigado a todos e vamos rumo à vitória”, declarou.

Natural do município de Paranaíba, mas com fortes raízes no município de Dourados, onde foi o articulador do “Movimento Combustível Justo”, realizado em 2017 e considerado até hoje o maior protesto da fronteira contra os altos preços dos combustíveis devido ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), quando mobilizou mais de 1.000 veículos para sair de Dourados (MS) e ir até Pedro Juan Caballero (PY) encher o tanque, Sindoley vem percorrendo os principais municípios de Mato Grosso do Sul para apresentar suas propostas.

Nesta pesquisa, o Instituto Ranking ouviu três mil eleitores acima de 16 anos em 30 municípios do Estado entre os dias 24 e 29 de agosto e o levantamento tem os registros no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) com os números BR-09736/2022 e MS-08328/2022, respectivamente. A margem de erro máxima estimada é de 1.8 ponto percentual, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi encomendada pelo site MGS NEWS. O Instituto Ranking Brasil é registrado no Conre 1 com o número 8561.

A amostra foi realizada de acordo com os dados populacionais disponibilizados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) referentes ao Censo 2010 e TSE/TRE-MS. Ainda conforme o Instituto Ranking, a pesquisa é do tipo quantitativa, por amostragem, com aplicação de questionário estruturado em entrevistas com abordagem pessoal em ponto de fluxo populacional e domiciliar, o que significa que todos tiveram a mesma chance de serem sorteados para responderem ao questionário.

Related Posts

Deixe um Comentário